Embaixadores

Dario Costa

Chef de cozinha e surfista

Minha receita de sucesso é a intensidade máxima. Dou meu máximo quando estou trabalhando e quando estou me divertindo é exatamente igual.

O chef Dario Costa nasceu em Santos, no litoral paulista, e sempre teve uma ligação forte com o mar. Cresceu perto da praia, com o surfe e a pesca bem presentes em sua vida.
Sua aproximação com a comida se deu durante uma viagem à Nova Zelândia, para onde foi surfar e treinar o inglês, em 2008, com apenas 19 anos. Para custear suas viagens e possibilitar conhecer os melhores picos de surfe, precisava de um emprego, e foi na gastronomia onde teve essa oportunidade.

Começou lavando pratos em um restaurante de comida ocidental e logo se apaixonou pela cozinha. Em pouco tempo, já estava totalmente envolvido pela culinária. Após dois anos, voltou ao Brasil para estudar gastronomia. Depois de se formar, partiu para novas experiências em outros países, como por exemplo na Itália. Lá trabalhou por oito meses com o chef Giuseppe Ricchebuono, no Ristorante Vescovado, especializado em frutos do mar.

Em suas viagens, na maioria das vezes para lugares de mar, tenta sempre conhecer novas culturas e técnicas de gastronomia, buscando conciliar suas duas paixões: a gastronomia e o surfe. Mais do que um hobby, o surfe serve como válvula de escape para o chef. Seu estilo de vida é a base do equilíbrio. Quem vê Dário na praia, com toda a pinta de surfista – tatuagens e pele sempre bronzeada – não imagina a seriedade do chef criativo, antenado e preocupado com o meio ambiente e com a economia local. Além de valorizar produtos regionais e orgânicos, é um grande entusiasta da culinária caiçara e defensor dos pescados sustentáveis e frutos do mar. Seu trabalho é resultado de inúmeras pesquisas e testes realizados por ele e sua equipe. Atualmente, aos 32 anos, comanda a cozinha do Madê, que abriu as portas em 2017, em Santos.

A criatividade de Dario e as técnicas adquiridas em suas inúmeras experiências em cozinhas pelo mundo e, claro, em Santos, garantem que cada prato seja minuciosamente pensado e testado antes de ir à mesa. A busca pelo simples, dos preparos à lenha e a valorização dos pequenos produtores locais e do máximo aproveitamento dos insumos são outros diferenciais do trabalho do chef, que, claro, refletem nos pratos. Muito em breve, Dário irá inaugurar a sua segunda casa, o Paru, que ficará instalado dentro no novo Mercado de Peixes, na Ponta da Praia, em Santos, litoral de São Paulo. O Paru será uma espécie de “lanchonete” de frutos do mar, que irá servir comida informal, de rua, para comer com as mãos.



G-Shock que + Curte

DW-5610SU-8
Galeria